Hábitos e Métodos de Estudo

Apesar do seu esforço, muitos alunos não conseguem obter o sucesso escolar que estaria ao seu alcance, pois estudam de forma inadequada. Frequentemente abre-se o caminho à desmotivação e, consequentemente, ao desinvestimento no estudo, acabando por entrar numa espiral de insucesso da qual estes alunos têm depois dificuldade em sair. Se te revês nesta descrição e pretendes melhorar os teus hábitos e métodos de estudo, talvez estas dicas te sejam úteis...

 

(O seguinte texto foi retirado e adaptado do site da Escola secundária com 3º ciclo do ensino básico de Tondela)

 

Atitude face às aulas

O insucesso escolar é fortemente afectado pela forma como o aluno permanece na aula, isto é, a sua atitude em termos de expectativa e a maneira como reage aos acontecimentos. Devemos ter em atenção os seguintes aspectos essenciais:

 

Atitude positiva

• Acreditar que o estudo dos assuntos das diversas disciplinas contribui para o desenvolvimento das nossas capacidades em geral.

• Ter auto-confiança, pois um desempenho médio está ao alcance de qualquer aluno.

 

Espírito de trabalho

•A quebra de atenção devido a sucessivos acontecimentos perturbadores diminui bastante a eficácia do nosso trabalho.

•Evitar brincadeiras, conversas ou a concentração em assuntos diferentes dos que estão a ser estudados.

Espírito crítico

•Não basta olhar para ver, não basta ouvir para escutar.

•A compreensão dos assuntos implica uma permanente atitude crítica sobre aquilo que se ouve ou vê.

•Esta atitude crítica exerce-se relacionando aquilo que está a ser estudado com aquilo que já conhecemos e com as opiniões que temos sobre o assunto.

•Usamos este espírito crítico para descobrir aquilo que é (ou parece ser) o essencial dos assuntos estudados, as ideias principais, o "sumo da questão".

•Uma boa forma de espevitar o espírito crítico é, de vez em quando, estudar um assunto antes de ele ser abordado pelo professor na aula.

 

Tirar bons apontamentos

•É fundamental tirar apontamentos a partir das explicações do professor. Provérbio chinês: a tinta mais pálida é melhor que a memória mais fiel.

•O interesse dos apontamentos reside na possibilidade de revermos e reconstruirmos mais tarde o estudo que foi feito na aula.

•Porém, tirar bons apontamentos não significa registar sistematicamente tudo o que é dito ou mostrado pelo professor.

•Pelo contrário, um primeiro passo para o sucesso é registar apenas aquilo que o nosso espírito crítico classifica como essencial para ser revisto mais tarde.

•Os apontamentos não devem resumir-se a texto. Por vezes um esquema imaginado no momento por nós é mais expressivo que trinta palavras.

 

Ligações

giae novo

Moodle

Papel Químico

Facebook

Oração da Manhã

Erasmus+

Escrita Criativa

inforMATH

Parcerias